Gestão Patrimonial – Revisão de Taxas de Depreciação

Gestão Patrimonial e Gerenciamento Imobiliário
junho 3, 2009
Consultoria e Sistemas de Controle Patrimonial
junho 8, 2009

Gestão Patrimonial – Revisão de Taxas de Depreciação

Aspectos relevantes do ponto de vista de gestão Patirmonial, perante a revisão de taxas de depreciação. Entenda seu impacto, os testes e laudos necessário, além da essencialidade de profissionais capacitados no processo de Engenharia de Avaliações.

Controle e Gestão Patrimonial

No processo de controle do patrimônio, é extremamente relevante a correta verificação do estado dos ativos do empreendimento (ativo imobilizado, tangível, etc). Em alguns casos, a depreciação destes bens podem ter sofrido algumas alterações. Tais, sejam por mudanças legislativas, depreciação acelerada, ou mudanças no mercado.

Engenharia de Avaliação e Gestão Patrimonial

Nos aspectos relevantes a Gestão do Patrimônio, a engenharia de avaliações domina os métodos, ferramentas e recursos necessários para um trabalho de consultoria patrimonial no empreendimento. Com serviços especializados na elaboração de laudos, testes e afins, para ratificar o estado do ativo.

Verificação do Estado do AtivoLaudo de Avaliação ?

Umas das possibilidades na verificação dos ativos do empreendimento, é a execução de um laudo de avaliação. Desta forma, é seguido um processo metódico identificando as características atuais do ativo, muito empregada no controle patrimonial.

Depreciação AceleradaLaudo de Vida Útil ?

Alguns ativos do empreendimento podem sofrer depreciação acelerada por motivos diversos. Desta forma é interessante ter total controle dos bens para auxiliar a Gestão Patrimonial eficiente. Através do laudo de vida útil, é possível verificar o estado do ativo relevante a sua vida útil e as expectativas de duração diante desta.

Gestão Patrimonial e a Redução ao Valor Recuperável de Ativos

Com as mudanças na legislação brasileira para adequação aos métodos utilizados comumente em outros países, foi anunciado pelo comitê de pronunciamentos contábeis, chamado de CPC, o Pronunciamento contábil CPC 01, ratificando os aspectos relevantes a redução ao valor recuperável de ativos (como nos ativos de longa duração) com necessidade de efetuação de teste de recuperabilidade de ativos na verificação de enquadramento dos determinados bens.

Teste de Impairment (impairmant) e Teste de Recuperabilidade

Revisão de Taxas de Depreciação

Para documentar as necessidades da redução ao valor recuperável de ativos diante a mudança na lei 11.638/07, é necessário a realização do teste de impairment (impairment test, impairmant), também conhecido como teste de recuperabilidade, desta forma, munido do resultados dos testes é possível verificar os registros na contabilidade do valor do ativo em questão e o valor do mesmo no mercado, realçando a necessidade de redução verificado as diferenças. Tal verificação e atualização de dados é totalmente relevante e eficiente na Gestão Contábil devido ao auxílio eficaz no balanço patrimonial.

Revisão de Taxas de Depreciação e Inventário Físico

Um método eficiente para controle da revisão de taxas de depreciação do empreendimento, é ter um correto inventário de patrimônio. Ter o inventário físico dos bens corretamente atualizados e com precisão nos dados. Este que é um aspecto base e fundamental para o controle da qualidade dos processos, almejada na busca do controle da qualidade total (TQC).

2 Comentários

  1. […] se calcular ou fazer a revisão de taxas de depreciação referente a um conjunto de instalações ou equipamentos, estes que tiveram o registro no […]

  2. José Geraldo dos Santos disse:

    Fico sempre no impasse, se a depreciação acelerada, pode e deve ser utilizada em bens de Regime Próprio de Previdência Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *