Pronunciamento Técnico CPC 27 e o Tratamento Contábil para Ativos Imobilizados

Depreciação Contábil – Conceitos Gerais
julho 14, 2009
Impairment e Gestão Contábil
agosto 4, 2009

Pronunciamento Técnico CPC 27 e o Tratamento Contábil para Ativos Imobilizados

O Comitê de Pronunciamento Contábeis CPC com o pronunciamento CPC 27, prescreve o tratamento contábil realizado para ativos imobilizados, neste processo os usuários das demonstrações contábeis podem diferenciar os dados sobre determinado investimento de uma entidade em seus ativos imobilizados, bem como as variações/mutações nesse investimento.

Comitê de Pronunciamentos Contábeis e o Pronunciamento Técnico CPC 27

comitê pronunciamentos contábeis - CPC

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis ( CPC ) com o pronunciamento CPC 27, prescreve o tratamento contábil realizado para ativos imobilizados, neste processo os usuários das demonstrações contábeis podem diferenciar os dados sobre determinado investimento de uma entidade em seus ativos imobilizados, bem como as variações/mutações nesse investimento.

Principais Considerações no Pronunciamento Técnico CPC 27

O Ponto chave a ser considerado com o Pronunciamento Técnico CPC 27 referente a contabilização dos ativos imobilizado, são exatamente o reconhecimento de tais ativos, afim de determinar seus valores contábeis, além das depreciações e perdas por desvalorização a serem reconhecidas.

Valor Residual e Vida Útil do ativo – Pronunciamento Técnico CPC 27

Ativo Imobilziado e o Pronunciamento Técnico CPC 27

De forma sucinta, o pronunciamento técnico CPC 27 faz referência perante ao valor residual e a vida útil (perante laudo de vida útil) de determinado ativo, caracterizando a necessidade de revisão pelo menos ao final de cada exercício, e referentes ao estado encontrado, caso as expectativas sejam diferentes das anteriores, é necessário efetuar mudanças, a serem contabilizadas como uma mudança de estimativa contábil, seguindo o processo determinado pelo pronunciamento técnico CPC 23.

Características do Ativo e o Pronunciamento Técnico CPC 27

No âmbito de Gestão Patrimonial, é de suma importância a total caracterização dos ativos do patrimônio. Para um controle patrimonial efetivo, é necessário que o empreendimento tenha, de forma detalhada, um controle do estado de seus ativos e as expectativas dos mesmos.

De mesma Forma, o Pronunciamento Técnico CPC 27 ratifica a importância dentro da contabilização dos ativos imobilizados referente a necessidade que os mesmos tenham uma correta determinação de seus valores contábeis, além dos valores de depreciação e perdas por desvalorização a serem reconhecidas diante os mesmos.

Balanço Patrimonial e caracterização de ativo ImobilizadoPronunciamento Técnico CPC 27

CPC 27 - Teste de Impairment

O custo a ser caracterizado perante o item do ativo imobilizado é de valor equivalente ao preço à vista na data do reconhecimento do mesmo. Caso o prazo de pagamento exceda os prazos normais de crédito, o caçulo deve ser feito entre a diferença do equivalente ao preço à vista,  e o total dos pagamentos deve ser reconhecido como despesa com juros durante o período, salvo caso seja passível de capitalização de acordo com o Pronunciamento Técnico CPC 20.

É possível verificar outros pontos relevantes ao Pronunciamento Técnico CPC 27 pelo link “fonte“. É interessante também, a verificação do Pronunciamento Técnico CPC 01, relevante a redução ao valor recuperável de ativos, a necessidade de verificação dos valores registrados do ativo na contabilidade, e seus respectivos valores de mercado, afim de validar perante teste de impairment a necessidade de efetuar alterações.

7 Comentários

  1. […] Pronunciamento Técnico CPC 27 estabelece o tratamento contábil para ativos imobilizados, na forma que os usuários das […]

  2. […] interessante ressaltar dentro do escopo de Gestão Patrimonial e Inventário Físico dos bens, o Pronunciamento Técnico CPC 27, anunciado pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). Este dando relevância aos ativos […]

  3. BEATRIZ disse:

    Gostaria de saber mais sobre o CPC 27.

  4. […] é possível a utilização do deemed cost, ou custo atribuído, com a adoção do CPC 27, 43 e 37. Sendo que seu controle deve feito de forma que o valor seja baixado do Patrimônio […]

  5. […] pública visando esclarecer as inúmeras dúvidas referentes aos pronunciamentos técnicos CPC 27 e CPC 28. Os principais tópicos abordados […]

  6. Daniele F. Almeida Cabral disse:

    Segue matéria sobre depreciação. Importante

  7. Ailton de Sousa Gonçalves disse:

    Muito interessante para o meu trabalho e na faculdade gostaria de receber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *